Alexandre Frota ironiza fato de ex-ator pornô entrar na Câmara dos Deputados: “já é uma putaria”

Deputado eleito Alexandre Frota (PSL). Foto: Reprodução.

Por Felipe Pinheiro

Eleito deputado federal pelo PSL com mais de 155 mil votos, Alexandre Frota diz estar preparado para ocupar o seu lugar no Congresso Nacional a partir de janeiro do ano que vem.

Ex-ator de filmes pornôs, Frota, que se define como alguém de “alma conservadora” e com ideias liberais, acredita que os parlamentares não terão dificuldade em aceitá-lo.

“Eles não vão ter dificuldade porque lá dentro já é a putaria. Os maiores atores e atrizes pornôs já estão lá dentro. Eu só vou me colocar junto ao elenco”, ironiza.

Frota compara a eleição a uma guerra (ele se declara antipetista e soldado do candidato à presidência Jair Bolsonaro a quem trata como capitão) que não terá fim após o segundo turno. E ele diz quem serão seus adversários:

“[Vai lutar] Contra os ladrões e os bandidos corruptos, que jogam contra a nossa nação. Basta levar a lista da Odebrecht debaixo do braço e escolher um ali e começar a falar. Esses vão ser meus inimigos”, afirma.

Ele diz não temer a discussão de pautas polêmicas, como a reforma da Previdência, e promete que será independente. “Não ficarei amarrado e pressionado por partido nenhum. O partido não me deu um centavo”, explicou.

Segundo o DivulgaCand (Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais) do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ator recebeu R$ 8.569,97 para a campanha, mas sem repasse do fundo partidário.

Defensor de Bolsonaro, Frota diz que o candidato à presidência não deve ser julgado por opiniões manifestadas no passado que sejam de cunho homofóbico.

“Não pode haver essa heterofobia contra o Jair. O que ele falou no passado pode rever no presente para fazer um novo futuro. Não podemos nos pegar ao que ele falou no passado. As pessoas estão aptas a mudar. Muito do que ele falou hoje ele enxerga de outra maneira. Quantas besteiras já ouvimos o Lula falar e tentando consertar?”, compara.

Benefícios como deputado

Alexandre Frota promete que abrirá mão de benefícios a que tem direito como deputado federal.

“Assim como fiz a minha campanha com quase nada, todo benefício que eu puder transformar em cesta básica ou reverter para alguma instituição eu vou fazer. Para que eu quero auxílio paletó? Eu tenho pelo menos dez amigos donos de grandes marcas de paletó. Eles já me ligaram para eu pegar quantos eu quiser”, afirma.

Frota repudia ataque do filho

Após o resultado do primeiro turno, o filho de Alexandre Frota, Mayã Frota, que vive na Bélgica, criticou a eleição do pai chamando-o de “ex-ator pornô” e “ex-viciado em drogas”. Na mesma declaração, publicada nas redes sociais, o jovem de 18 anos afirmou que o pai quis abortá-lo.

Eu sou filho de um ex ator porno, ex viciado em cocaína, que defende a família mas queria me abortar.

Como ele virou atual deputado federal de sao paulo, nao sei — Mayãzito sensato (@mayafrota) October 8, 2018

Frota repudiou o ataque do filho, a quem disse amá-lo. “Ele falou ‘sou filho de um ex ator pornô’. Ele está enganado porque no dia em que ele foi concebido eu era protagonista da Globo. Quando fiz filmes pornôs ele tinha 4 anos de idade. Sinto muito ele pensar assim. (…) Ele deveria se orgulhar por eu conseguir me reerguer porque eu fui ao fundo do poço. Por causa da cocaína eu perdi muitas coisas na vida, inclusive ele”, lamenta.

Da Redação com informações do Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here