Após fala sobre Nordeste, Ciro Gomes chama Bolsonaro de “Magda das Milícias”

Candidato do PDT, Ciro Gomes. Foto: Reprodução

Pedetista usou sua conta oficial no Twitter para repudiar declaração de Bolsonaro, que usou o termo “paraíba” para se referir à região

Por Redação

Paulista radicado em Sobral (Ceará), Ciro Gomes chamou Jair Bolsonaro de “Magda das milícias” após declarações do presidente da República sobre o Nordeste. Nessa sexta-feira (19/07/2019), um áudio vazado após encontro com jornalistas estrangeiros flagrou conversa do pesselista com Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil. No diálogo, o presidente usa termo preconceituoso e ofensivo ao citar o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). “Desses governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse.

“Cala a boca, Magda das milícias!”, escreveu Gomes, no Twitter. O pedetista, candidato à presidência nas Eleições 2018, reproduziu o bordão de Caco Antibes (Miguel Falabella) no programa humorístico Sai de Baixo, da TV Globo. O personagem mandava a mulher, Magda (Marisa Orth), fechar o bico quando ela se atrapalhava com as palavras e cometia gafes.

Ciro Gomes enumerou outras recentes declarações de Bolsonaro, como “não existe fome no Brasil”, “privilegiar o filho” (Eduardo Bolsonaro, escolhido pelo pesselista para ser embaixador do Brasil em Washington, nos EUA) e o ataque à jornalista Miriam Leitão. Sobre o termo “paraíba”, o pedetista saiu em defesa de Flávio Dino, “um dos melhores governadores”, e classificou a postura do presidente como “perseguição ao povo de um estado”.

Racismo

Em entrevista à revista Época, Flávio Dino afirmou que estuda acionar a Procuradoria-Geral da República (PGR) para denunciar Bolsonaro por racismo. Ele também espera uma retratação do presidente.

Da Redação com informações do Metrópoles

1 COMENTÁRIO

  1. Ciro é um hipócrita! Sou do Maranhão e sei que Flávio Dino é o pior governador do país, o estado está quebrado, impostos altíssimos, sumiu com o dinheiro da Emape, empresa do estado que administra o porto do Itaqui, sumiu com todo o dinheiro do FEPA que o fundo de aposentadoria dos servidores do Estado, ou seja, não tem nem dinheiro pra aposentadoria do servidor. Um bandido esse governador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here