Deputado Ronaldo Fonseca visita o Ministério da Saúde e cobra melhorias no SUS

Dr. Renato Teixeira-diretor do DAF/SCTIE/MS, deputado federal Ronaldo Fonseca (Podemos-DF) e Dr. Heber Dobis Bernarde, Coordenador-Geral do de Monitoramento. Foto: Agenda Capital.

Por Delmo Menezes

O deputado federal Ronaldo Fonseca (Podemos DF), esteve nesta quarta-feira (25) no Ministério da Saúde (MS), em visita a Secretaria de Ciências, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE). Na ocasião conheceu alguns programas de sucesso do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF), entre os quais, o Sistema Hórus e a Base Nacional de Dados da Coordenação de Monitoramento do SUS.

Preocupado com a Saúde Pública do País, Ronaldo Fonseca cobrou dos gestores melhorias na política de acesso aos medicamentos para a população do País.

Deputado Ronaldo Fonseca em visita a Coordenação de Monitoramento do DAF/MS. Foto: Agenda Capital.

Durante a visita, o diretor do DAF, Dr. Renato Teixeira, apresentou ao deputado a Base Nacional de Dados, e as ações e serviços da Assistência Farmacêutica, que consolidará nacionalmente os dados dos medicamentos da RENAME no SUS. De acordo com Teixeira, “a Base de Dados, vai trazer pela primeira vez para o Ministério da Saúde, a possibilidade de um retrato fiel da Assistência Farmacêutica, proporcionando eficiência de gestão por meio de monitoramento”, ressaltou o diretor.

Implementado desde julho de 2017, o painel de remanejamento da Coordenação de Monitoramento do DAF, já possibilitou a realização de 20 remanejamentos de produtos que muito provavelmente não seriam consumidos dentro prazo de validade pelo respectivo ente do SUS, chegando a uma economia de R$ 735.341,49.

Depois de ouvir as explicações do diretor do DAF, Fonseca elogiou o sistema e propôs fazer um pronunciamento na Câmara dos Deputados. “Iniciativas como essa precisam ser mais divulgadas. Um sistema que traz excelência no atendimento ao cidadão e ainda gera economia merece reconhecimento e investimentos por parte do Governo”, afirmou o parlamentar.

Da Redação do Agenda Capital (Colaborou Raimundo Feitosa).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here