Ilda Peliz, ex-presidente da Abrace, assume supersecretaria do GDF

Ilda comandará pasta que engloba Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do DF

Por Caio Barbieri

Ilda Peliz é a nova secretária de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Sedestmidh). O acerto foi comunicado nesta terça-feira (9/1), mas a reunião dela com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e o ex-presidente do PSDB-DF, Márcio Machado, deve ocorrer nos próximos momentos. As negociações ocorreram desde a última semana, sem que se chegasse a um acordo.

Após incontáveis investidas de vários governadores e até mesmo partidos políticos, desta vez a ex-presidente da Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) decidiu aceitar o desafio de integrar pela primeira vez o Governo do Distrito Federal. Ela chega ao primeiro escalão do Palácio do Buriti sob as bênçãos do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), sigla à qual é filiada.

O nome de Ilda foi prontamente aceito pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB), que até se mostrou surpreso ao receber a indicação do ex-presidente do PSDB, Márcio Machado, na última semana. Para verificar a recomendação, Rollemberg ligou imediatamente para Ilda, quem confirmou a intenção de integrar o Executivo local.

A decisão dela se deu após uma longa conversa com Rollemberg, para tratar principalmente sobre o orçamento da pasta, considerado insuficiente pela nova gestora. O governador prometeu estudar a viabilidade de melhorar a rubrica.

Procurada pela coluna, Ilda afirmou acreditar ter chegado o momento de unir experiências com o Executivo. “Minha responsabilidade, acima de questões políticas, é com Brasília, cidade que adotei, que me acolheu e à qual devo muito. Não participo de projeto de poder, estou aqui para um projeto de governo e contribuir para reduzir o sofrimento das famílias mais necessitadas”, frisou.

Sobre a intenção de ingressar na vida política, a ex-presidente da Abrace é objetiva. “Já tive várias oportunidades, de diferentes ideologias, e não aceitei. Desta vez, apesar de ter aceitado o convite, minha condição é de fazer um trabalho técnico e realmente direcionado ao social, área que precisa de atenção e que sempre dá boas-vindas a quem chega para somar”, disse.

Mineira de Patrocínio, a nova secretária é bacharel em comunicação social e possui cursos de especialização, como MBA em marketing de serviços pela UFRJ, pós-graduação em políticas públicas e gestão de ONGs e, ainda, gestão hospitalar. Ela é aposentada do Banco do Brasil, mas ganhou notoriedade por conduzir, por 22 anos, a Abrace, entidade premiada pela luta em prol de crianças e adolescentes com câncer.

Posição do presidente do PSDB-DF, Izalci Lucas

O presidente do PSDB-DF, deputado federal Izalci Lucas, refutou a possibilidade de a legenda ter alguma responsabilidade sobre a indicação de Ilda Peliz para comandar a Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Sedestmidh).

Segundo o atual líder regional dos tucanos, o nome do partido foi usado de forma indevida. Para ele, qualquer decisão da sigla deve ser, primeiramente, aprovada pela Executiva regional, fato que não ocorreu. “Quem fala pelo PSDB é o presidente e a Executiva, não dissidentes. O PSDB não indicou ninguém, porque somos oposição ao governo. Isso, sim, está decidido”, frisou Izalci.

Izalci Lucas atribuiu o uso do nome dos tucanos como “estratégia” do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) para acreditar que tem apoio da legenda na atual gestão. “Ele está tentando cooptar todo mundo com cargo e dinheiro público. Mas com o PSDB, não. Não posso proibir ninguém de falar e de participar de nada. No entanto, não posso permitir que usem o nome do partido dessa forma”, disse.

Da Redação com informações do Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here