Novo modelo de repasse do Ministério da Saúde, facilita acesso aos medicamentos da Farmácia Popular

0
3

Por Delmo Menezes

Em entrevista nesta quarta-feira no Ministério da Saúde (MS) em Brasília, o diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF), Renato Alves Teixeira Lima, garante que a população brasileira vai continuar usufruindo dos serviços da Farmácia Popular através das farmácias credenciadas pelo Ministério. “O programa Farmácia Popular continua. O modelo do repasse é que mudou”, disse Renato.

De acordo com Renato Lima, o que está sendo mudado é a forma do repasse as farmácias públicas mantidas pelo Ministério da Saúde. Segundo o diretor da DAF, para manutenção das farmácias próprias, estavam sendo gastos 80 milhões de reais, e apenas 20 milhões para compras de medicamentos. “O MS está aumentando o acesso da população aos medicamentos, através do credenciamento de novas farmácias populares da rede privada. Com esta mudança, os 100 milhões serão investidos exclusivamente na compra de medicamentos”, disse Renato Lima.

Segundo o diretor de Assistência Farmacêutica, para que os municípios que não possuem farmácia própria fiquem sem o atendimento da Farmácia Popular, o Ministério da Saúde fará um trabalho de credenciamento junto as Unidades Básicas de Saúde (UBS). “No Brasil, existem hoje cerca de 35 mil Farmácias Populares, que continuaram atendendo normalmente a população”, concluiu.

Assista entrevista de Renato Lima, diretor do Ministério da Saúde:

Da Redação do Agenda Capital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here