Os donos da terra

Foto: Reprodução

Todo dia era dia de índio!… mas agora eles só têm um dia 19 de abril…Será?

Por Raimundo Feitosa

 Chegamos ao dia 19 de abril de 2018 e, 518 anos depois do descobrimento do Brasil (dizem que há controvérsias) onde estão os donos da terra? Eles estão aí, espalhados, explorados, escorraçados ou “civilizados”.

Mas quem disse que eles são donos de alguma coisa?  A história mostra que, se o são de direito, não o são de fato.

O progresso movido pelo capitalismo os rotulou como preguiçosos, portanto, inúteis para esse “novo tempo”.

Os imigrantes endinheirados que se tornaram poderoso senhores feudais os odiaram porque não conseguiram escraviza-los. Índio é livre, índio quer viver livre.

Os intelectuais não viram neles potencial algum e, simplesmente, os ignoraram.

Os exploradores da borracha, do ouro e de outras riquezas naturais do País chamado Brasil, os mataram. “Índio atrapalha essa gente que só quer ganhar dinheiro”.

Os missionários os catequizaram e “civilizaram”. Índios mudaram as vestes, a fala, a fé, a cultura e foram violados em seu bem mais precioso, a simplicidade, quando receberam presentes baratos em troca de riquezas. Quanta covardia!

Será que Jorge Ben Jor estava certo quando disse que agora eles só têm um dia 19 de abril? Penso que em parte sim. Na oca, na tribo, na selva todo dia continua sendo dia de índio, e no calendário eles têm um dia 19 de abril. Fora isso, mais nada. Sem festa, sem feriado, sem saúde, sem cuidados, sem dinheiro e sem prestígio (com raras exceções), o Brasil ignora os donos dessa terra.

Polêmicas à parte, um País sério, que honra sua história não poderia tratar com indiferença quem já estava aqui quando os exploradores, que receberam o título e descobridores, chegaram.

Permita-me terminar com duas indagações:

Como civilizar uma civilização? Se civilização é, por definição, conjunto de aspectos peculiares à vida intelectual, artística, moral e material de uma época, de uma região, de um país ou de uma sociedade, não é demais afirmar que índio não precisa ser civilizado. Índio precisa ter sua civilização respeitada.

Como se descobre uma terra que já tem habitante? Eles não descobriram o Brasil, eles descobriram um povo, mas não tiveram a hombridade (traduzindo, não foram homens o suficiente) para reconhecer os donos da terra.

*Raimundo Feitosa – Jornalista, Teólogo e Escritor. Colunista do Agenda Capital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here