Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro chega a 56,8% e Haddad, 43,2% dos votos válidos

Bolsonaro e Haddad. Foto: Reprodução

Levantamento foi divulgado na tarde deste sábado e considera os votos válidos (sem levar em conta brancos e nulos).

Por Redação

O Instituto MDA divulgou, na tarde deste sábado, o resultado da os resultados da 142ª pesquisa realizada em parceria com a Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Segundo a sondagem eleitoral, Jair Bolsonaro (PSL) lidera a preferência dos votos para presidente da República, com 56,8% dos votos válidos – quando não são considerados brancos e nulos. Fernando Haddad (PT) chega a 43,2%.

Em relação aos níveis de rejeição para os candidatos, 51,2% dos entrevistados disseram que não votariam em Fernando Haddad de jeito nenhum. Para Jair Bolsonaro, esse índice é de 42,7%.

Confira todos os resultados do levantamento:

Levantamento de voto (espontânea)

Jair Bolsonaro: 46,2%
Fernando Haddad: 34,3%
Outros: 0,1%
Branco/nulo: 10,8%
Indecisos: 8,6%

Intenção de voto (estimulada) – votos totais

Jair Bolsonaro: 48,5%Fernando Haddad: 37,0%
Branco/nulo: 10,3%
Indecisos: 4,2%

Intenção de voto (estimulada) – votos válidos

Jair Bolsonaro: 56,8%
Fernando Haddad: 43,2%

A definição de voto é definitiva para: 91,3% dos eleitores de Jair Bolsonaro e para 91,4% de Fernando Haddad.

Limite de voto

Haddad é o único em quem votaria 32,2% dos entrevistados. É um candidato em quem poderia votar para 14,3%, e em quem 51,2% não votaria de jeito algum. Não o conhece/não sabe quem é/nunca ouviu falar: 1%.

Jair Bolsonaro é o único em quem votaria para 41,4%. É um candidato em quem poderia votar para 14% e em que 42,7% não votaria de jeito algum. Não o conhece/não sabe quem é/nunca ouviu falar: 0,7%.

Horário eleitoral gratuito

Os meios em que os eleitores viram ou ouviram a propaganda eleitoral para presidente foram: televisão (83,2%), internet (50,8%), WhatsApp (26,9%), rádio (25,3%).

Os meios em que os entrevistados mais receberam ou procuraram informações sobre a eleição e os candidatos à Presidência foram: televisão (55,9%), internet (35,2%), WhatsApp (4,6%) e rádio (3,1%).

A pesquisa

A sondagem foi realizada entre os dias 26 e 27 de outubro de 2018. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades da Federação, das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-06933/2018.

Da Redação com informações do Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here