Polícia Federal: Anderson Torres a espera de Bolsonaro

Anderson Torres e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução

Por Coluna Eixo Capital e Agenda Capital

O governador Ibaneis Rocha (MDB) está satisfeito com o trabalho desempenhado pelo secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, mas sabe que, se o presidente Jair Bolsonaro, convocá-lo para a direção-geral da Polícia Federal (PF), dificilmente terá como dizer não.

Anderson Torres foi escolhido justamente pela boa relação com a família do presidente. Mas o sucessor, se houver necessidade de ser designado, será afinado com Torres e sua equipe. E no mais, para Ibaneis, não deixa de ser uma boa situação ter um aliado no comando da PF.

“O delegado é amigo do secretário-geral da Presidência, Jorge Oliveira, desde a época em que o atual ministro era chefe de gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente. Torres, por sua vez, foi por oito anos chefe de gabinete de Fernando Francischini, hoje deputado estadual pelo PSL do Paraná, ex-deputado federal e também com carreira na PF como delegado.”

*Com informações do Agenda Capital e CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here