Presidente do TCDF, Dra. Anilcéia Machado, recebe em audiência a administradora regional de Taguatinga, Dra. Karolyne Guimarães e um grupo de empresários da região. Foto: Divulgação.

“A Dra. Anilcéia irá buscar soluções para ajudar o governo a resolver essa situação o mais rápido possível, na medida da competência do TCDF”. (Karolyne Guimarães)

Por Delmo Menezes

A presidente do Tribunal de Contas do DF (TCDF), recebeu na tarde desta segunda-feira (08), a administradora regional de Taguatinga, Karolyne Guimarães e um grupo de empresários e empreendedores da região, que foram em busca de apoio para a abertura do Centro Administrativo de Taguatinga – CENTRAD. A reunião ocorreu a pedido de Karolyne, que ressaltou a importância da ocupação do Centro Administrativo para o desenvolvimento da região.

De acordo com Karolyne Guimarães a reunião foi muito produtiva. A presidente do TCDF se colocou à disposição para encontrar uma solução para o impasse. “A Dra. Anilcéia Machado foi muito receptiva na reunião com os empresários. Ela irá buscar soluções para ajudar o governo a resolver essa situação o mais rápido possível, na medida da competência do TCDF”, ressaltou Karolyne.

Presidente do TCDF, Dra. Anilcéia Machado, recebe em audiência a administradora regional de Taguatinga, Dra. Karolyne Guimarães e um grupo de empresários da região. Foto: Divulgação

Segundo Karolyne, a liberação do CENTRAD é importante não somente do ponto de vista econômico, mas também sob a ótica da mobilidade (metrô, ciclovias, ônibus), seria de suma importância, pois desafogaria o fluxo de veículos que diariamente de deslocam para o centro da capital.

A presidente daquela Corte explicou durante o encontro, que o problema não estava no Tribunal e sim na negociação entre o GDF, o consórcio e os bancos.

Presidente do TCDF, Dra. Anilcéia Machado, recebe em audiência a administradora regional de Taguatinga, Dra. Karolyne Guimarães e um grupo de empresários da região. Foto: Divulgação

Em março deste ano, o governador chegou a anunciar que parte do GDF iria para o CENTRAD no primeiro semestre. Além da governadoria e da vice-governadoria, as secretarias de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão, a Casa Civil, a Casa Militar e posteriormente a Secretaria de Saúde, seriam as primeiras a serem transferidas.

Em entrevista, o governador Ibaneis Rocha afirmou: “O CENTRAD tem de ser ocupado. A estrutura é moderna e merece ser ocupada pelo cidadão. Temos muita coisa a fazer no DF. As empresas públicas estão espalhadas em diversos locais, [gera] uma dificuldade administrativa muito grande por conta de mobilidade, por conta das reuniões, dos encontros”, destacou o chefe do Executivo.

Na reunião, foi entregue um requerimento à presidente do Tribunal, mostrando a importância da liberação do Centro Administrativo que foi inaugurado em 31 de dezembro de 2014, porém não chegou a ser ocupado por problemas judiciais. O CENTRAD possui uma área de 182 mil m² e capacidade para receber 13 mil servidores, o que impulsionaria o desenvolvimento sustentável da região.

Centro Administrativo de Taguatinga – Centrad. Foto: Reprodução

Para os empresários que estiveram presentes na reunião, a não-ocupação do Centro Administrativo de Taguatinga, gera instabilidade nas relações entre empresários e o governo, e com a abertura do CENTRAD muitos investimentos virão para Ceilândia, Taguatinga, Águas Claras, Vicente Pires, Samambaia e região.

Além da administradora de Taguatinga, advogada Karolyne Guimarães, estiveram presente na audiência com a presidente Anilcéia Machado, os seguintes empresários: Professor Oswaldo Saenger – Projeção; Justos Magalhães – ACIT; Gilberto Barros – FAMICRO (representante Micro é Pequeno empreendedor); Professora Catarina Fontoura Costa – Executiva do Projeção; José Sérgio – Executivo do Projeção;  Talal Abu-Allan – FECOMERCIO; Antônio Junior – Coco Bambu; Paulo Muniz – CODESE; Odair – ACIT (Lojista da Comercial Sul);  Rodrigo dos Santos – Construtor; Jamil Lessa – Mirante Incorporações e DF Plaza; Carlos Júnior – Presidente da FAMICRO; Denis Bezerra – Construtor; Thales Souza – Executivo Projeção; Orlando Passos – Presidente da Feira dos Importados de Taguatinga; Gilson Gomes – Executivo Projeção; Pierre Tramontini – Executivo Projeção; Abdala Jarjour – Postos de combustíveis e CEUB;  Luiz Córdoba – Universidade Católica e Dr. Délcio Rodrigues Pereira- Presidente Hospital Anchieta.

Da Redação do Agenda Capital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here