Proteção da floresta: O Fundo Amazônia dos governadores

Vista aérea da floresta Amazônica na região do rio Negro, no Amazonas. Foto: Reprodução

Por Redação

Os governadores da região amazônica terão uma reunião decisiva nesta semana com embaixadores da Noruega, da Alemanha e da França para articular canais de financiamento internacional para projetos de proteção da floresta.

A iniciativa foi adotada depois da série de incêndios de agosto e após o governo federal ter suspendido o funcionamento do Fundo Amazônia, que recebe doações internacionais, principalmente da Alemanha e da Noruega, para ações ambientais na floresta amazônica.

Como o governo federal adotou uma postura que questiona a ajuda internacional para ações de preservação da floresta, os governadores querem criar uma ponte direta com países dispostos a manter os atuais projetos mantidos pelo Fundo Amazônia.

Além de buscar financiamentos adicionais, os governadores pretendem estudar alternativas jurídicas para que as doações da Noruega e da Alemanha para o fundo possam ser destravadas mesmo que o governo federal seja contrário a aplicação dos recursos nos termos firmados por gestões anteriores.

O encontro ocorre também após sete países sul-americanos terem firmado um pacto para desenvolver ações conjuntas para proteção da floresta amazônica.

O acordo, porém, não detalhou quais ações e um volume de financiamento coletivo para essas iniciativas colaborativas.

Da Redação com informações da FSB Inteligência

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here