Ricardo Barros prestigia Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas e Uso Racional de Medicamentos

Dr. Renato Alves Teixeira Lima, ministro Ricardo Barros, Dr. Walter Jorge João e demais autoridades. Foto: reprodução

Evento reuniu mais de quatro mil profissionais de saúde para discutir os rumos da Assistência Farmacêutica no SUS e do Uso Racional de Medicamentos

Por Redação

Foi realizado na cidade de Foz do Iguaçu/Paraná, entre os dias 15 a 18/11, o 1º Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas em conjunto com o 6º Congresso Brasileiro do Uso Racional de Medicamentos. O evento foi promovido pelo Ministério da Saúde em parceria com o Conselho Federal de Farmácia, e contou com a presença do Ministro da Saúde – Ricardo Barros, do Diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (MS/SCTIE/DAF) – Dr. Renato Alves Teixeira Lima, do presidente do Conselho Federal de Farmácia – Dr. Walter Jorge João, além dos estudantes, profissionais de saúde e demais autoridades.

Realizada em formato de talk show, a solenidade de abertura abordou temas como: doenças raras e negligenciadas, uso racional de medicamentos e os rumos da assistência farmacêutica no Brasil.

O ministro da Saúde Ricardo Barros, discursando no Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas e Uso Racional de Medicamentos na cidade de Fiz de Iguaçu/PR. Foto: reprodução.

Recém-operado e convalescendo de procedimento cardíaco, o Ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), salientou a importância do farmacêutico na busca de novas estratégias para melhoria da qualidade do atendimento prestado aos usuários do SUS, com foco na ampliação do acesso ao medicamento, e em especial a importância da atenção clínico-farmacêutica no Sistema Único de Saúde (SUS). Barros reforçou “a relevância do profissional farmacêutico, na busca de um novo tempo de consolidação da atuação clínica”.

1 º Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas e 6º Congresso sobre o Uso Racional de Medicamentos. Foto: reprodução

O Ministério da Saúde economizou 4 bilhões reais com medidas de gestão mais eficientes. Desse total mais de 70% está relacionado à redução de gastos com a compra de medicamentos. A economia foi obtida por meio da negociação com fornecedores e também de um maior controle de estoques e do melhor desempenho e evolução na área de assistência farmacêutica.

O Diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos estratégicos – DAF, Renato Lima Teixeira Alves, ressaltou a necessidade de trabalhar em prol da melhoria do cuidado farmacêutico no SUS, da excelência do PROFISSIONAL farmacêutico na orientação sobre medicamentos e a urgência em inserir o atendimento clínico farmacêutico na rotina do sistema. “Para mim é uma honra participar desse evento e ajudar na construção de um Sistema de saúde mais equânime, amplo e justo para o cidadão. O trabalho realizado pelos farmacêuticos é de suma importância para alcançar esses objetivos, não apenas no sentido de reduzir custos com a assistência à saúde, mas melhorar a qualidade do atendimento prestado aos usuários do SUS”, destacou o diretor do DAF.

Renato Teixeira também elogiou a importância do trabalho em conjunto com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos e do apoio do secretário Marco Fireman, na busca de soluções mais adequadas para as questões que envolvem a assistência farmacêutica. “O trabalho do secretário Marco Fireman tem sido imprescindível na solução de problemas que envolvem o tema da Assistência Farmacêutica. O DAF conta com apoio total e irrestrito do secretário na busca de soluções para encontrar respostas aos gargalos que hoje permeiam a assistência farmacêutica” pontuou Renato Teixeira.

O presidente do CFF e presidente do congresso, Walter da Silva Jorge João, destacou a grandiosidade do evento, que reuniu 4 mil participantes, entre farmacêuticos, estudantes de Farmácia, profissionais da saúde e convidados. De acordo com Walter, “foi o maior congresso realizado pelo setor farmacêutico este ano. Foram 110 palestras e mesas redondas, 27 cursos e 10 oficinas, entre outras atividades; mais de 250 palestrantes, sendo 20 internacionais; e 926 trabalhos científicos”, destacou.

Cleonice Gama, Coordenadora do Programa Farmácia Popular do MS, agradeceu aos participantes do congresso, e em especial aos inscritos no 6º Congresso Brasileiro sobre Uso Racional de Medicamentos. “A promoção deste congresso é um ato histórico. Tivemos aqui, grandes talentos e especialistas renomados, além de presenças ilustres, entre as quais, a do nosso ministro, Ricardo Barros. Sou farmacêutica e participar desse momento foi muito especial. Saímos daqui transformados. Quem se dispôs a vir, foi privilegiado”, comentou.

Ao final da solenidade, o presidente de honra do Congresso e vice-presidente do CFF, Valmir de Santi, anunciou que a próxima edição, prevista para 2019, será realizada na Região Norte. A cidade escolhida, pela infraestrutura e condições de mobilidade foi Belém do Pará.

Da Redação do Agenda Capital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here