Secretários de Saúde e Segurança visitam instalações do Centro Médico da PMDF

Por Redação

A Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Coronel Sheyla Sampaio, recebeu na tarde desta quarta-feira (30), a visita do secretário de Saúde, Osnei Okumoto, e do secretário de Segurança Pública, Dr. Anderson Torres. Essa iniciativa visa priorizar a saúde dos policiais militares e apresentar o Projeto de Organização Social que viabilizar o pleno funcionamento do hospital.

Na visita, a comitiva pode conhecer as instalações do Centro Médico (CMed) da PMDF, como pronto-socorro, ambulatório, centro-cirúrgico e os consultórios onde são realizadas atualmente as consultas eletivas.

Para o Coronel João Alberto, diretor da Diretoria de Assistência Médica (DAM), essa visita prioriza a saúde do policial militar e oportuniza a implantação do pronto-socorro. “A partir do funcionamento pleno será implantado a urgência e emergência no hospital”, explicou.

Hoje, o Centro Médico conta com 62 médicos, atende 68.000 vidas e realiza uma média de 8.000 consultas ambulatoriais por mês, além de pequenos procedimentos cirúrgicos e exames complementares como ecocardiografia, teste de esforço e ultrassonografia.

Para que haja funcionamento pleno do CMed, é necessário que seja ampliado o quadro complementar de funcionários, que contempla médicos de outras especialidades, além de quadros auxiliares como enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, recepcionistas, além de equipamentos, operadores e manutenção.

A saúde do policial militar é uma prioridade do governo e se tornou um dos temas mais importantes da gestão da Comandante-Geral. “A intenção é melhorar o atendimento, proporcionar ao policial militar qualidade de vida, uma saúde melhor, menor tempo de espera e reduzir o impacto orçamentário”, assegurou a Coronel Sheyla.

Da Redação com informações da PMDF

1 COMENTÁRIO

  1. A PCDF quer tratamento isonômico, com Centro Clínico e Plano de Saúde. Até hoje parece que o GDF não se preocupar com a saúde do policial civil, pois não temos Absolutamente nada disso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here