Senado aprova lei mais rígida que proíbe políticos de assumirem cargos de comando em estatais

A nova regra prioriza escolhas técnicas e com experiência para os cargos, vetando, na prática, indicações políticas para os postos.

senado--O plenário do Senado aprovou hoje (21) a versão considerada mais rígida do projeto de lei que estabelece regras para a nomeação de dirigentes e integrantes do conselho de administração de empresas estatais. Uma versão do projeto, com regras mais brandas, foi aprovada pela Câmara dos Deputados na semana passada, mas o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que pretendia retomar o texto originário da Casa, o que realmente aconteceu. O texto aprovado segue agora para sanção do presidente Michel Temer.

Leia mais