Michel Temer classifica denúncia de “ficção”, critica Janot e cobra provas concretas

Por Redação

Foto: reprodução Ag. Brasil

Cercado de ministros e de parlamentares da base governista, o presidente Michel Temer fez um pronunciamento em que contestou a denúncia apresentada ontem (26) contra ele e criticou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, responsável pela denúncia levada ao Supremo Tribunal Federal (STF). No discurso, Temer afirmou que sua “preocupação é mínima” com a denúncia e classificou a peça de Janot como uma “obra de ficção”.

Leia mais

Joesley Batista cai em contradição em entrevista

Entrevista contradiz depoimento de Joesley sobre contato com Temer

Por Rubens Valente

Empresário Joesley Batista., dono da JBS. Foto: Danilo Verpa -Folhapress

O empresário Joesley Batista, da JBS, caiu em contradição em pelo menos dois pontos na comparação entre a entrevista concedida à revista “Época” e o depoimento à PGR (Procuradoria-Geral da República) no acordo de delação premiada.

Leia mais

Após delações da JBS, Vigilância Sanitária do DF atualiza normas

Texto com regras mais rígidas para venda e manipulação de alimentos, especialmente carnes, já está valendo no DF

Por Ian Ferraz

Foto: reprodução

As normas para manipulação de alimentos, principalmente carnes, nos estabelecimentos comerciais do Distrito Federal foram modificadas. Mais rígidas, as novas regras vêm no momento em que o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) se defende das acusações de Ricardo Saud, ex-executivo da J&F, holding da JBS, de ter recebido propina durante as eleições de 2014. A empresa é líder mundial no mercado de carnes e está no centro das delações mais recentes da Lava Jato.

Leia mais

Temer vai pedir ao STF para não ser questionado sobre áudio de Joesley da JBS

Por meio de sua defesa, presidente vai pedir ao ministro Edson Fachin que determine à Polícia Federal que se abstenha de incluir no interrogatório perguntas sobre o conteúdo da conversa com empresário delator até que a perícia na gravação do Jaburu seja realizada

Por Breno Pires, Isadora Peron, Julia Affonso e Luiz Vassallo

Presidente Michel Temer (PMDB). Foto: reprodução

O presidente não quer ser questionado agora pela Polícia Federal sobre o conteúdo do áudio da conversa com o empresário Joesley Batista, da JBS, ocorrida na noite de 7 de março no Palácio do Jaburu. Por meio de petição ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato e desdobramentos no Supremo Tribunal Federal, o advogado do presidente, criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, alega que o áudio ainda está sendo submetido a uma perícia da Polícia Federal.

Leia mais

JBS repartiu propina a 1.829 candidatos de 28 partidos

Doações ilícitas chegaram a quase R$ 600 milhões; maior parte dos recursos, segundo diretor da JBS Ricardo Saud, foi destinada a candidatos em troca de contrapartidas no setor público

Por Fábio Fabrini, Fabio Serapião e Beatriz Bulla

REUTERS/Ueslei Marcelino

O diretor da JBS Ricardo Saud contou em sua delação premiada que a empresa distribuiu propinas por atacado no meio político brasileiro, detalhando os nomes de centenas beneficiários. Em depoimento prestado à Procuradoria-Geral da República (PGR), ele revelou que 1.829 candidatos, de 28 partidos das mais variadas colorações, receberam dinheiro do grupo controlado pelos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Leia mais

Vídeo ostentação de Ticiana Villas Boas, mulher de Joesley, dono da JBS, viraliza

“Um dia eu me perguntei: ‘Qual o preço do litro da gasolina?’ Eu não sabia”, diz a apresentadora na gravação

Por Ataide de Almeida Jr.

Foto: reprodução internet

Após a delação de Joesley Batista, que acusa o presidente Michel Temer de pagar pelo silêncio de Eduardo Cunha, naturalmente, parte dos holofotes voltaram-se para ele. A curiosidade para saber quem era uma das famílias bilionárias do país. Logo, o nome da jornalista Ticiana Villas Boas, casada com o dono da JBS, estava nos trending topics do Twitter.

Leia mais

Temer orienta assessores a ir para ‘o enfrentamento’

Presidente pediu ‘resistência’ aos partidos aliados durante reuniões ao longo do dia no Planalto e retocou discurso para enfatizar indignação

Por Redação

Manifestantes em frente o Palácio do Planalto. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

BRASÍLIA –  O presidente Michel Temer orientou a equipe a “partir para o enfrentamento”, na tentativa de mostrar que não está acuado com as delações feitas pela JBS nem com o inquérito autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigá-lo.

Leia mais

Denúncia contra Temer complica aprovação das reformas

A notícia de que o presidente Michel Temer teria dado o aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha mergulha o Brasil na mais grave crise desde o impeachment de Dilma Rousseff

Por Fábio Alves

Foto: reprodução

Independentemente de comprovada ou não, a denúncia do dono da JBS, Joesley Batista, de que o presidente Michel Temer teria dado aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha mergulha o Brasil na mais grave crise desde o impeachment de Dilma Rousseff.

Leia mais

Temer divulga nota e diz que “jamais solicitou pagamentos para obter silêncio de Cunha”

Por Redação

A Presidência da República divulgou nota na noite desta quarta-feira (17) na qual informa que o presidente Michel Temer “jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha”, que está preso em Curitiba, na Operação Lava Jato.

Presidente Michel Temer/Agência Brasil)

A nota diz que o presidente “não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar.”

Leia mais

Senador Reguffe pede eleições diretas ja!

Por Delmo Menezes

Logo após as denúncias que vieram a público pelo jornal O Globo, sobre as gravações envolvendo o dono da JBS e o presidente Michel Temer (PMDB), dando aval para compra do silêncio de Cunha, o senador da República Antônio Reguffe (sem partido), postou no Facebook um vídeo sobre o episódio que parou o Brasil na noite desta quarta-feira (17). No fim da nota, o senador pede eleições diretas já.

Leia mais