Saúde fecha acordo com Indústrias da Alimentação; meta é retirar 28 mil toneladas de sódio

Por Redação

Ministro da Saúde, Ricardo Barros. Foto: reprodução

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, assinou nesta terça-feira (13), novo acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) para melhorar o perfil nutricional dos alimentos industrializados. A parceria valerá para os próximos cinco anos (2017 – 2022). A primeira cooperação com a indústria está em vigor desde 2011 e tornou possível a retirada de 17 mil toneladas de sódio que seriam consumidas pela população. A meta é retirar, voluntariamente, 28,5 toneladas de sódio da alimentação dos brasileiros. Na ocasião, também foi lançado o Portal Saúde Brasil, ferramenta digital com orientações sobre os benefícios da adoção de hábitos saudáveis.

Leia mais

Saúde define nova forma de repasse a estados e municípios para compra de medicamentos da atenção básica

Foto: reprodução

A partir de agosto, estados e municípios terão um incremento de 10% para a compra de medicamentos da atenção básica do SUS, equivalente a R$ 100 milhões por ano. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (6), em Brasília (DF).

Leia mais

Ministro da Saúde libera vacina da gripe para toda a população a partir de segunda-feira (5)

Ricardo Barros fez o anúncio em Maringá, no norte do Paraná, nesta sexta-feira (2

Por Redação

Foto: reprodução

O ministro da Saúde Ricardo Barros informou que a vacina contra a gripe será liberada para toda a população, e não só para grupos prioritários, a partir de segunda-feira (5). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (2), em Maringá, no norte do Paraná.

Leia mais

Ministro da Saúde quer fila única em cada estado para cirurgias eletivas no SUS

Por Redação

Ricardo-Barros-MS jpg
Foto: reprodução internet

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse hoje (27) que a pasta pretende criar uma espécie de fila única estadual para realizar cirurgias eletivas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Cada estado terá 40 dias para fazer o levantamento de dados e enviar as informações ao governo federal.

Leia mais

Judicialização na saúde prejudica serviços no SUS, diz Ricardo Barros

A judicialização na saúde deve ser combatida para que o governo consiga cumprir o que o SUS prevê, segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Ricardo-barros-judicializaçãoO ministro da Saúde  Ricardo Barros, fez a abertura, nesta terça (28), do segundo dia de debates do 4° Fórum Saúde do Brasil, que tem como temas a prevenção e a transparência. De acordo com Barros, as prioridades da sua gestão são a informatização e a prevenção em saúde.

Leia mais

Saúde altera regras para repasse de recursos federais

Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, concede sua primeira entrevista coletiva à imprensa sobre assuntos relacionados à pasta (Wilson Dias/Agência Brasil)

O Ministério da Saúde anunciou hoje (7) uma série de alterações para o repasse de recursos federais a estados e municípios. O chamado Projeto SUS Legal prevê que os gestores implementem uma espécie de lei de transferência de recursos, além de aumentar a fiscalização da execução de ações em saúde

Leia mais

Ministro da Saúde diz que parceria com Organizações Sociais “é modelo de sucesso”

Por Delmo Menezes

Hospital-da-criança-ricardo barrosEm visita na manhã desta quarta-feira (11) as instalações do Bloco II do Hospital da Criança José de Alencar em Brasília, o ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), disse que parcerias com as Organizações Sociais (OSs) é modelo de sucesso. O ministro disse ainda que pretende ampliar este modelo para todo o país.

“Esse é um modelo que tem feito sucesso em todo o Brasil. É um modelo onde a sociedade organizada, as sociedades filantrópicas e associações se unem ao SUS e conseguem prestar serviços de qualidade e excelência”, disse Barros.

Leia mais

FENAM critica ministro da Saúde e repudia redução do número de médicos nas UPAS

Por Delmo Menezes

Upa - ceilândia-

No projeto original da Política Nacional de Urgência e Emergência, lançada pelo Ministério da Saúde (MS) em 2003, que estrutura e organiza a rede de urgência e emergência no país, com o objetivo de integrar a atenção às urgências, as UPAs seriam fundamentais para desafogar os Prontos Socorros dos hospitais espalhados pelo país. Com isso, ajudariam a diminuir as filas das emergências.

Leia mais

Ministro da Saúde diz ser favorável à proibição de aditivos em cigarros

Ricardo-Barros-O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, declarou hoje (8) ser favorável ao cumprimento da norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proíbe os aditivos que dão sabor e cheiro aos cigarros. “80% dos fumantes começam a fumar antes dos 18, então, para esse público esses aditivos são atraentes. Isso não é bom para a saúde pública”, disse Barros, em conversa com jornalistas logo depois de reunião do Conselho Nacional de Saúde.

Leia mais

Ministro da Saúde diz que sistema de saúde para todos é ‘sonho’ e seus defensores são ‘ideólogos, não técnicos’

Por Mariana Schreiber – BBC

Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, concede sua primeira entrevista coletiva à imprensa sobre assuntos relacionados à pasta (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília – O ministro da Saúde, Ricardo Barros, concede entrevista  sobre assuntos relacionados à pasta (Wilson Dias/Agência Brasil)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse em entrevista à BBC Brasil que pesquisadores que defendem um sistema universal de saúde – ou seja, que atenda todos os segmentos da população – “não são técnicos, nem especialistas, são ideólogos que tratam o assunto como se não existisse o limite orçamentário, como se fosse só o sonho”.

A declaração foi dada após ser ele questionado sobre a opinião do professor da UFBA Jairnilson Paim (autor do livro “O que é o SUS”), para quem um sistema que atende menos pessoas tende a ser pior.

Leia mais