Saúde tem mais de 18 mil vagas no país; veja onde se candidatar no DF

Por Redação/CB

Foto: reprodução

Enquanto a crise econômica destruiu postos de trabalho no país e expulsou mais de 14 milhões de brasileiros do mercado, o setor de saúde vai bem. De acordo com dados do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), houve acréscimo de 0,6% no emprego, em abril deste ano, em relação aos números de janeiro, o que representa 20.972 novos postos de trabalho em três meses. Atualmente, 3,4 milhões de pessoas têm empregos, diretos ou indiretos, na cadeia de saúde suplementar.

Leia mais

OPINIÃO: O outro lado da política

Por Delmo Menezes

“Poucos querem fazer política voltada aos interesses da população. Muitos colocam em primeiro lugar os seus próprios interesses ”.

politica-x-politicagemPara o filósofo Aristóteles, política não é meramente uma luta para satisfazer as necessidades materiais em um contexto de escassez. Política é acima de tudo, uma arte de negociação para compatibilizar interesses. É a ciência de governar e arte de fazer o bem comum. E como governar, num cenário tão nebuloso, corrompido por interesses os mais variados possíveis, num clima de total desconfiança, principalmente pela população, que na maioria das vezes, fica a parte de todo o processo, e pouco ou quase nunca é consultada. Já a politicagem, é o uso da política, para fins de interesses pessoais. É a troca de favores que assolam a política brasileira.

Leia mais

URGENTE: MP de Contas e MPDFT investigam suposto pagamento de propina no GDF

palacio_buriti_brasiliaO Ministério Público de Contas (MPC/DF) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da 5ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público (PRODEP) e da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (PROSUS) investigam, conjuntamente, as denúncias de suposto pagamento de propina no GDF. Ontem, foram preparados cinco ofícios a representantes do governo entregues no início da manhã desta terça-feira (19). O Ministério Público pede apuração imediata, cópias de documentos e outras informações acerca das gravações.

Leia mais

Saúde e Educação apresentam projetos ao governo

Em reunião no Palácio do Buriti nesta quarta-feira (13), gestores detalharam, por exemplo, andamento do Hospital Oncológico e da Escola Compartilhada

Sec. educaçãpo e rollemberg_oA construção do Hospital Oncológico de Brasília foi um dos assuntos tratados durante reunião de balanço dos projetos da Secretaria de Saúde com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, nesta quarta-feira (13), no Palácio do Buriti. A unidade especializada de saúde ficará em terreno vizinho ao do Hospital da Criança José de Alencar, no Setor de Áreas Isoladas Norte. O secretário Humberto Fonseca informou que 19 projetos em andamento na pasta estão no prazo de execução.

Leia mais

Mesmo após parecer contrário do MP, Governo abre edital de chamamento de “OSs” para Saúde e Educação

rollemberg-os.Após manifestação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que recomenda que o governo do DF não faça contratos de parcerias com Organizações Sociais (OSs), foi publicado nesta segunda-feira (11), edital de chamamento público nº 01/2016 para qualificação de Organização Social no governo do Distrito Federal.

Leia mais

Em ato em frente a CLDF, profissionais de Saúde e parlamentares dizem “Não” as Organizações Sociais

CLDF.-Foto-Pedro-Ventura-Agência-BrasíliaEm ato em frente à CLDF, profissionais da saúde e parlamentares reafirmaram o grito de não às Organizações Sociais no DF.

Da bancada distrital, os deputados Bispo Renato e Ricardo Vale, entoaram mensagens de apoio ao servidor da saúde e pela defesa e manutenção do SUS. Na mesma linha, a deputada federal Erika Kokay afirmou que a terceirização da atenção primária é crime e, disse ainda, que o lugar de quem quer executar esse plano é na prisão.

Leia mais

Secretário da Fazenda diz que mínimo constitucional para saúde e educação não cai

Brasília - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles anuncia durante entrevista a imprensa, o novo presidente do Banco Central, o economista Ilan Goldfajn (José Cruz/Agência Brasil)
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles durante entrevista a imprensa.

Após repercussão negativa, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton, disse nesta terça-feira (24), que a aplicação mínima constitucional prevista para saúde e educação não cai com a proposta de emenda à Constituição (PEC) que o governo pretende enviar ao Congresso Nacional limitando gastos públicos. Segundo ele, o que muda com a PEC é que o total dos gastos, incluindo o piso para essas duas áreas, não pode crescer além da inflação do ano anterior.

Leia mais

Exclusivo: Romero Jucá cotado para o Ministério do Planejamento no eventual governo Temer

“Praticamente definida a equipe econômica de Temer, caso o Senado aprove a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma”.

romero-juca_.O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), praticamente já definiu sua equipe econômica, caso o Senado aprove o afastamento da presidente Dilma. O anúncio oficial, no entanto, será no dia 12 ou 13 de maio, após a votação do impeachment pelo plenário da Casa.

Leia mais

Terceirização de serviços em Saúde no DF: é a solução?

Inicio hoje com uma série de escritos para reflexão em gestão da saúde, em uma análise do excelente capital humano que está dentro da administração pública do Distrito Federal, especificamente na saúde.

privatização na saúdeBem verdade que o processo de estabilização econômica iniciado na década de 90, iniciada pela série de medidas públicas nacionais e nos estados, incluso o Distrito Federal, impulsionado pelo avanço na primeira década do novo século, com o aumento do comércio exterior, os investimentos externos e a distribuição de renda decorrente de programas sociais, produziu bem estar sem precedentes na população de baixa renda e geral, com respectivos ganhos no serviço público local.

Leia mais

Judicialização da saúde: Temos opções?

Judicialização da saúdeSaúde é, de per-si, Direito Fundamental da Pessoa Humana. Defini-la exige preceitos bem amplos. Implica conceitos diversos. Entende-la como ausência de doença é conclusão simplista, singela, divorciada da realidade social, tampouco se aplica aos preceitos atuais de cidadania. Invocar o conceito da OMS – Saúde é o bem estar físico psíquico e emocional da pessoa, acaba por exigir sua extensão. Poderíamos, pretensiosamente, definir Saúde como sendo o bem estar físico, psíquico, emocional, econômico, financeiro, de lazer e das satisfações de necessidades elementares das pessoas.

Leia mais