Temer participa da abertura da 45ª Convenção Nacional das Assembleias de Deus Madureira

45ª Assembleia-Geral Extraordinária da Convenção Nacional das Assembleias de Deus, Ministério Madureira. Foto: Reprodução

Presidente recebe oração dos pastores durante assembleia-geral da 45ª Convenção Nacional das Assembleias de Deus Madureira (CONAMAD) em Brasília

Por Redação

Com o tema Unidade: União e Comunhão, foi aberta oficialmente a 45ª Assembleia Geral Extraordinária da Convenção Nacional das Assembleias de Deus. O encontro dos assembleianos acontece de 30 de maio a 02 de junho, na sede da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, na Catedral Baleia, em Brasília.

Na tentativa de se aproximar dos evangélicos para ganhar apoio à candidatura emedebista, o presidente Michel Temer (MDB) marcou presença nesta quinta-feira (31) na Convenção das Assembleias de Deus. Em seu discurso defendeu que os religiosos “examinem projetos” e não “pessoas”. Também não deixou de comemorar o que ele considera como o fim da greve dos caminhoneiros, tendo, inclusive dado “graças a Deus”.

Durante a participação na 45ª Assembleia-Geral extraordinária da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Madureira (Conamad), o presidente Michel Temer lembrou que a solução do governo para a paralisação dos caminhoneiros foi o diálogo.

Estou aqui em favor da harmonia nacional. Entraremos em uma fase de controvérsias. Mas que isto traga uma análise de projetos e não de pessoas”, destacou Temer.

45ª Convenção das Assembleia de Deus, Ministério Madureira. Foto: Reprodução

O evento reúne ministros do Evangelho do Brasil e do exterior. Na ocasião tratam de temas relevantes diversos, referentes aos projetos desenvolvidos em todo o país, trâmites, condutas e assuntos especiais. A CONAMAD tem como presidente vitalício o bispo primaz Manuel Ferreira e presidente executivo, o bispo Samuel Ferreira.

No seu discurso, o bispo Manoel Ferreira, disse ao presidente Temer: “Pode contar com as orações de nossas igrejas. Estaremos acompanhando seu governo porque se seu governo for bem, o país estará bem”.

A palavra do presidente Temer no dia de hoje foi importante para nós como estrutura denominacional. Não como sendo o presidente, mas como sendo a presidência do país”, destacou o presidente executivo da CONAMAD, o bispo Samuel Ferreira.

Um dos temas que está sendo debatido é sobre o mau uso das redes sociais: exposição do corpo, egolatria e exibição desnecessária da vida pessoal e ainda sobre a criação de novas abordagens de evangelismo e discipulado sob uma perspectiva contemporânea e inovadora.

Na segunda-feira (28), Temer empossou o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, o pastor Ronaldo Fonseca, presidente da Assembleia de Deus-ADET, e membro da Convenção Geral das Assembleia de Deus do Brasil – CGADB, no intuito de fortalecer Henrique Meirelles, pré-candidato a Presidência da República.

Da Redação do Agenda Capital

1 COMENTÁRIO

  1. é vergonhoso,a igreja que se diz,vamos ajudar os mais fracos e oprimido,amar uns aos outros,como eu vos amei,se sujando com politica,corrupção,que DEUS faça os homens destas igrejas ou religiões,ter respeito com suas ovelhas,que a ira de DEUS é terrivel,religião e politica não se junta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here