Presidente americano Donald Trump (Doug Mills/The New York Times)

Por Redação 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste domingo (29) que as diretrizes do governo federal para o distanciamento social se estenderão até 30 de abril, contrariando seus comentários anteriores de que esperava que o país pudesse voltar ao trabalho na Páscoa.

De acordo com o New York Times, Trump entrou em conflito com especialistas em saúde pública em todo o país, quando sugeriu que as diretrizes que orientam as pessoas a ficar em casa e a não se reunirem em grupos de mais de dez, poderiam ser relaxadas até 12 de abril. Seu anúncio neste domingo indicava que ele recuou dessa sugestão.

No início do dia, um avião comercial carregando luvas, máscaras, vestidos e outros suprimentos médicos de Xangai, aterrissou no Aeroporto Internacional Kennedy em Nova York. Foi o primeiro dos 22 voos programados que, segundo autoridades da Casa Branca, trarão os bens necessários para os Estados Unidos Unidos no início de abril.

Embora os suprimentos sejam bem-vindos pelos hospitais e profissionais de saúde alguns dos quais recorreram ao racionamento de equipamentos de proteção ou ao uso de suprimentos caseiros, eles representam apenas uma pequena parte do que os hospitais americanos necessitam. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos estimou que os Estados Unidos exigirão 3,5 bilhões de máscaras no caso de uma pandemia com duração de um ano.

Da Redação do Agenda Capital

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here