Unidade Básica da Asa Norte é referência na Atenção Primária no DF

Enfermeiro Daniel Veras de Melo, gerente da UBS nº 01, Asa Norte, Brasília-DF. Foto: Agenda Capital.

Por Delmo Menezes

Apesar dos problemas que a Saúde Pública do DF vem enfrentando na qual é de conhecimento de todos, a Unidade Básica de Saúde (UBS) nº 01 da Asa Norte – 905 Norte (Antigo Centro de Saúde nº 11), destaca-se pela eficiência na gestão, principalmente na Estratégia Saúde da Família (ESF).

Daniel Veras de Melo, gerente da Unidade Básica de Saúde da 905 Norte, Brasília-DF. Foto: Agenda Capital.

A UBS é gerenciada pelo enfermeiro Daniel Veras de Melo, que está à frente da unidade desde 28 de novembro de 2017. O enfermeiro se orgulha de ter estudado sempre em escolas públicas e na Universidade Federal de Brasília (UNB).

A equipe comandada por Daniel atende uma população em torno de 70 mil habitantes na Asa Norte de Brasília, com 40% de cobertura em Saúde da Família.

A unidade conta com 04 equipes da ESF composta por 4 médicos, 4 enfermeiros e 8 técnicos em enfermagem. Além disso, a UBS possui o serviço de Telemedicina, onde é possível fazer exames de eletrocardiograma com laudo.

Antes de assumir a UBS, Veras foi gerente de hotelaria da SES-DF, subsecretário de Atenção à Saúde e supervisor de enfermagem da Atenção Primária.

Vacinação contra Gripe

Nesta primeira semana de vacinação, a UBS atendeu em média 1.000 pessoas por dia e mais de 200 em vacinação normal. A campanha de vacinação de influenza começou no dia 23 de abril e vai até 1º de junho.

Equipe

Profissionais da UBS:

  • Saúde bucal: 3 odontólogos e 6 THD (Técnico em Saúde Dental);
  • ESF: 4 médicos, 4 enfermeiros e 8 técnicos de enfermagem;
  • Telemedicina: 2 técnicos de enfermagem;
  • Sala de vacina: 2 técnicos de enfermagem;
  • Farmácia: 3 técnicos administrativos e 2 farmacêuticos;
  • Serviço Social: 1
  • Práticas Integrativas de Saúde: 2 Psicólogos atende também o programa HIV.

Centro de Atenção Psicossocial – CAPS III

Além do atendimento interno e no centro de atividades, a equipe do CAPS atende também a população vulnerável de rua. O trabalho desenvolvido pela equipe é reconhecido pelos pacientes, pelo apoio e atenção.

  • 3 psicólogos;
  • 2 psiquiatras;
  • 4 enfermeiros (transtorno);
  • 1 enfermeiro;
  • 1 assistente social;
  • 2 técnicos de enfermagem;
  • 1 médico.

Da Redação do Agenda Capital

4 COMENTÁRIOS

  1. Fiquei um pouco triste, pois sei que em uma unidade básica de saúde um dos principais é o agente de saúde, sendo o elo entre a unidade e os demais profissionais, só que nem sequer está no quadro de profissionais. Sei que para uma estratégia de saúde da família, não pode funcionar sem este profissional. Vamos reconhecer a categoria e esses profissionais que estão seja no sol ou chuva para atender sua clientela.

  2. Por acaso nessa ubs nao existe agente
    comunitário de saúde?
    Porquê falar do sucesso de uma ubs e não citar toda equipe é mo minimo doloso.
    Veja sua reportagem pra nas proximas não cometer esse tipo de erro.
    A nao ser que essa ubs seja uma exeçao ao não ter a presença deste profissional tao importante na saude primaria.

  3. É uma pena justo na UNIDADE REFERÊNCIA / MODELO a Equipe de Saúde Bucal não fazer parte da Equipe de Saúde da Família, um verdadeiro retrocesso.

  4. Parabéns pela reportagem!!! Sempre sérios e comprometidos com a verdade!!! Este Centro de Saúde é referência em atendimento em HIV e dispensação dos retrovirais… Sempre muito eficientes com um acolhimento humanizado!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here