Com aposta simples de R$ 3,50, ganhador da Mega-Sena leva R$ 289 milhões

Foto: Reprodução

Sorteio dá fim à maior série de rodadas acumuladas em 23 anos de loteria; valor é o maior já pago em concursos regulares

Mega-Sena pagará R$ 289,4 milhões a uma pessoa que faturou, sozinha, o maior prêmio individual na história da loteria. A premiação, que teve o resultado divulgado na noite deste sábado, 11, dá fim à maior série de rodadas acumuladas já vista. Foram 14 concursos consecutivos sem que ninguém acertasse as seis dezenas.

Veja as dezenas sorteadas no concurso 2.150 da Mega-Sena

23 – 24 – 26 – 38 – 42 – 49

O sorteio ocorreu às 20h do sábado, em São Paulo. Um total de 126 milhões de apostas foram registradas até as 19h.

Até este sorteio, o maior prêmio com apenas um ganhador havia sido em 2015, quando um morador der Brasília ganhou R$ 205 milhões.

O prêmio histórico não veio a partir de um bilhete premiado, e sim de uma aposta virtual. O vencedor registrou os números a partir de seu aplicativo de internet banking, reservado a clientes que têm conta bancária na Caixa Econômica Federal.

Foi uma aposta simples. O vencedor não registrou nenhum número além das seis dezenas. As loterias permitem marcar até 15 números, mas o valor do bilhete aumenta exponencialmente a cada um que é incluído – e chega até R$ 17.517,50 para quem quer aumentar suas chances. O ganhador gastou só R$ 3,50.

A Caixa ainda não sabe o município em que o novo milionário reside. Essa informação só será conhecida quando o prêmio for retirado em uma agência bancária.

Levando em conta a Mega da Virada, o prêmio previsto para o sorteio 2.150 ocupa o terceiro lugar entre as maiores premiações da história, e perde apenas para os sorteios realizados em 31 de dezembro de 2017 em que 17 pessoas foram premiadas) e de 2018 (quando houve 52 ganhadores). Esses sorteios especiais pagaram, respectivamente, R$ 302 milhões e R$ 306 milhões.

Azar

A última vez que a Mega-Sena teve uma série com tantos sorteios acumulados foi em 2006, quando o concurso teve 12 rodadas sem que ninguém ficasse com o prêmio máximo. O prêmio só havia acumulado por um período tão longo em 2002 e 2004, mas nunca havia chegado a mais de 12 sorteios sem ganhador.

Os números de todos os sorteios mostram que 2019 tem sido até agora o ano mais difícil de se obter o prêmio máximo. Neste ano, a bolada tem saído uma vez a cada nove sorteios (foram 4 ganhadores em 37 rodadas). No ano passado, o número era um prêmio máximo a cada cinco sorteios, e essa média já chegou ser de um ganhador a cada 2,8 sorteios em 2013. Naquele ano, houve 37 ganhadores nos 105 sorteios da Mega realizados ao longo dos 12 meses.

O que R$ 289 milhões compram?

Com os R$ 289 milhões que serão sorteados, o vencedor só não consegue comprar o elenco completo de quatro clubes de futebol brasileiros. O time do Santos pode ser adquirido por R$ 247 milhões, garantindo um troco de R$ 28 milhões. O São Paulo FC sairia por R$ 229 milhões, proporcionando uma sobra ainda maior, de R$ 46 milhões.

Se resolver investir no mercado de franquias, vencedor consegue abrir algumas muitas unidades das redes mais populares de fast-food. No ramo da pizza, por investir todo o dinheiro em franquias da Domino’s ou da Pizza Hut poderia render 428 e 305 unidades, respectivamente.

O prêmio deste sábado também poderia bancar mais de 340 viagens à órbita terrestre, em viagens oferecidas pela Virgin GalacticA espaçonave da empresa, chamada Unity, que está em fase final de testes e deve ser lançada em 2020, tem seu bilhete estimado em US$ 200 mil (cerca de R$ 800 mil).

Veja o que é possível comprar com a bolada.

Da Redação com informações do Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here