Metroviários do DF marcam assembleia para domingo, com indicativo de greve

Metrô-DF. Foto: Reprodução

Categoria acusa empregador de descumprimento de acordo coletivo de trabalho e pede nomeação de mais servidores

Por Redação

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindmetrô-DF) convocou a categoria para uma assembleia geral com indicativo de greve, na noite deste domingo (16/9), na Praça do Relógio, em Taguatinga.

A entidade pede a nomeação de servidores aprovados em concurso público – como forma de atenuar o deficit de funcionários – e reclama do descumprimento do acordo coletivo de trabalho (ACT) por parte da companhia. Na assembleia será discutida, ainda, proposta para assinatura de termo aditivo ao ACT vigente.

Na reunião, também será tratada a “operação de emergência”, caso a categoria opte por entrar em greve.

Negociação
Em abril deste ano, os metroviários desistiram de entrar em greve após aceitarem a proposta do governo. O poder público ofereceu o pagamento de R$ 2,1 milhões por ano a título de recomposição salarial. Dividida entre os trabalhadores, a quantia gera um montante de R$ 146 para cada funcionário, a ser depositado no auxílio-alimentação.

Em 2017, uma greve de 40 dias dos metroviários gerou transtornos à população. A categoria voltou a trabalhar somente após decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10).

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) informou ao Metrópoles que vai conversar com o sindicato e aguarda o resultado da assembleia.

Da Redação com informações do Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here