Dr. Cid Carvalhaes

Por Dr. Cid Carvalhaes*

Dilema? Possivelmente sim. Saio, ouço o ruído dos autos, burburinho de pessoas, sons diversos, construções, músicas, manifestações, ouço tudo aquilo que distingo e não posso distinguir.

Na mata, ouço o sussurrar dos pássaros, seus variados cantos, encantos, farfalhar de asas, uivos e urros, suavidade de ramos e folhas, ventanias palpitantes, não raro, delirantes. Cachoeiras se despencam, as pencas. Maravilhas da natureza.

Ouço aplausos, vais, canto de torcidas, aguerridas. Apelos, sonhos, divulgação, esmeros. Ouço tudo, às vezes, permaneço mudo. Escudo? Ouço.

Afinal, ouvir é um especial sentido. Ouvir, com determinação, acaso, vontades, sem alimentar vaidades. Ouço aquilo imposto pela dinâmica da via. Duvida? Não tenho opção, ouço por obrigação, meu irmão.

Ouço asneiras, besteiras, falhas grosseiras, de tudo e todos, destaque das ditas autoridades competentes. Serão clementes? Creio que não, pois, permanecem contentes. Pagam as gentes, gementes. Escuto.

De fato, escutar me permite optar. Aprendo, apreendo, e assim, vou vivendo. Ao escutar posso distinguir, além de ouvir. Remexo, escolho com apreço. Mereço. Escutar com acuidade, escolher com serenidade, apontar com segurança reforça lembrança.

Quanta pujança. Escutar constitui uma das sublimes artes de avaliar, analisar, balizar, sem azar. Devo trilhar caminhos, de preferência, sem espinhos. Ouvir e escutar, parecem sinônimos, sentimentalmente antônimos.

Mesmo biológico sentido com sentido social diametralmente oposto. Ouvir e escutar cada qual em seu lugar. É bom respeitar.

*Dr. Cid Célio Jayme Carvalhaes – Médico neurocirurgião e advogado. Foi Presidente da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Presidente do Conselho Deliberativo da SBN, Presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo e Presidente da Federação Nacional dos Médicos. Especialista no Direito Médico e da Saúde e Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Direito da Escola Paulista de Direito. É Colunista do Agenda Capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here