Resgate na Tailândia: Após 18 dias, Tailândia resgata 12 garotos e treinador presos em caverna

Entrada da caverna na Tailândia. Foto: Reprodução

Quatro meninos e o técnico foram os últimos a deixar a caverna Tham Luang, no norte do país. Operação desta terça foi complicada pela chuva.

Por Redação

A Tailândia retirou o último garoto e o treinador do time de futebol do complexo de cavernas de Tham Luang por volta das 18h30 locais desta terça-feira (10), 8h30 em Brasília, e encerrou os 18 dias de operações de resgate dos 12 meninos e o técnico, que estavam presos no local desde 23 de junho.

“Não temos certeza se isso é um milagre, uma ciência ou o que é. Todos os 13 Javalis agora estão fora da caverna ”, comemorou a Marinha tailandesa em post no Facebook.

Ambulância levando os garotos até o helicóptero. Foto: Reprodução

As buscas foram finalizadas no terceiro dia de operação, iniciada por volta da meia-noite de hoje no horário de Brasília (10h na Tailândia). Dezenove mergulhadores estiveram envolvidos na missão de hoje.

Entre domingo e segunda-feira, em duas incursões dos socorristas, oito meninos foram retirados. Eles estão internados em um hospital da cidade de Chiang Rai, a cerca de 57 km do complexo de cavernas de Tham Luang.

De acordo com o premiê tailandês, Prayut Chan-o-chau, os meninos resgatados receberam remédios que combatem a ansiedade, mas não tomaram anestésicos.

Os garotos no hospital estão sendo mantidos em isolamento para evitar o risco de infecção, conversando com seus pais por meio de uma janela de vidro. Por enquanto, a dieta dos garotos é limitada a mingau, pão e uma pequena quantidade de chocolate. Eles devem ficar em observação no hospital por pelo menos sete dias.

A operação de hoje ocorreu mesmo após intensa chuva atingir o local na noite de segunda e manhã desta terça. Segundo Narongsak Osatanakorn, ex-governador de Chiang Rai, que chefia a operação, as condições na caverna não mudaram muito – o que permitiu o reinício dos trabalhos.

Na primeira operação de resgate, no domingo (8) pela manhã, início da madrugada no Brasil, quatro meninos foram retirados dentro de 11 horas. Na segunda, na tarde de ontem no horário local, outros quatro saíram, em menos tempo: nove horas. Nesta terça, foram retirados mais quatro garotos e o treinador, em aproximadamente oito horas e meia.

Os intervalos entre uma entrada e outra dos mergulhadores na caverna ocorreram para descanso da equipe e reabastecimento do local com tanques de oxigênio.

O time de futebol amador explorava a caverna em 23 de junho quando foi surpreendido por uma forte chuva que inundou o local, impedindo-o de sair. Foram dez dias até o grupo ser encontrado por mergulhadores britânicos, em 2 de julho. Desde então, cerca de mil pessoas, entre tailandeses e estrangeiros, boa parte voluntariamente, trabalharam na tentativa de resgatá-los.

Da Redação com informações do UOL/G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here